Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gene de traça

Livros e etc.

O Sapo, o Natal, os livros, os destaques e os bloggers

por anacb, em 24.12.16

 

O Sapo gosta de livros e do Natal. O Sapo Blogs gosta de posts sobre livros e sobre o Natal e sobre livros no Natal. Eu gosto de livros. Do Natal também, mas só daquele bom, o genuíno, aquele em que pensamos nos outros mais com o coração do que com a carteira, em que oferecemos “aquela” prenda para “aquela” pessoa, escolhida ou feita com cuidado, embrulhada com imaginação; aquele em que cozinhamos com carinho e pomos a mesa com satisfação porque sabemos que vamos estar junto dos que amamos (pelo menos de alguns, quando não é possível estar com todos os que nos estão no coração); aquele em que fazemos alguma coisa mais por alguém, mesmo que isso seja apenas uma infinitésima parte daquilo que o mundo precisa. Gosto de dar: prendas, abraços, sorrisos, uma palavra amável, o que me vier à cabeça. E embora goste mais de dar, também gosto de receber, claro. Sou uma sortuda, recebo sempre muita coisa (e livros!), mas sobretudo recebo carinho, de muitas formas, de muitas pessoas. Do Sapo blogs também, que gosta de livros e gosta que se ofereçam livros e gostou do meu post sobre livros para os amigos e voltou a destacá-lo hoje, véspera de Natal, e em grande. De toda a comunidade de bloggers do Sapo, que é generosa e tira um bocadinho do seu tempo para partilhar com todos nós o seu Natal, as suas opiniões, os seus gostos, as suas peripécias, bocadinhos da vida de cada um, que troca prendas e conselhos e desejos de Boas Festas. Gosto de estar aqui.

 

A todos os que por aqui andam e aos que trabalham para que nós possamos andar por aqui, desejo que tenham um Natal muito, muito feliz.

 

Destaque SAPO Boas Festas.jpg

 

Obrigada, SAPO! #8

por anacb, em 19.12.16

 

E aqui está a minha primeira prenda de Natal: um destaque em grande na página do SAPO Blogs. Não podia começar melhor a semana :-)

Destaque SAPO livros amigos 19-12-16.jpg

Obrigada à incansável e simpática equipa do SAPO Blogs. E Feliz Natal!

 

*Actualização: E se uma prenda é bom, duas ainda é melhor. Também tenho direito a destaque na homepage do SAPO. Tãããão bom!!!

 

Destaque SAPO homepage livros amigos 19-12-16 marc

 

 

Obrigada, SAPO! #7

por anacb, em 02.11.16

 

O Sapinho voltou a destacar mais um post dos meus – foi ontem, mas ando tão atarefada que só hoje dei por isso.

E nesta época só podia ser sobre ficção fantástica, pois está claro J))

 

Destaque SAPO Terror 01-11-16.jpg

 

Mais uma vez, obrigada à equipa do Sapo Blogs!

 

Obrigada, SAPO! #6

por anacb, em 29.08.16

Já se nota que o Verão está a chegar ao fim, é segunda-feira e não dormi o suficiente durante o fim-de-semana, tive de me levantar mais cedo do que o costume e estou cheia de trabalho porque a minha colega de gabinete está de férias. Não estava a ser propriamente o melhor início de semana de sempre.

 

Mas depois entro no Sapo Blogs e a primeira coisa que vejo é isto:

 

Destaque SAPO Stephen King 29-09-16 marcado.jpg

 

E não há como não ficar feliz ao ver o meu post sobre o Stephen King em grande destaque logo pela manhã. Yay!!!!

 

Por isso, mais uma vez, obrigada à equipa do Sapo Blogs por este mimo. Já alegraram o meu dia.

 

E cá entre nós… o Stephen King merece. Não é o único escritor que merece, mas merece.

 

Obrigada, SAPO! #5

por anacb, em 04.04.16

 

E hoje é o "hole-in-one"! :))))

Destaque simultâneo da minha opinião sobre o que faz um bom livro na página do SAPO blogs...

 

Destaque SAPO Um livro é bom com marcação.jpg

 

... e na homepage do SAPO.

 

Destaque SAPO homepage Um livro é bom com marcaç

 

Tanto mimo!

Obrigada, Sapinho!

 

Obrigada, SAPO! #4

por anacb, em 14.03.16

A equipa dos blogs do SAPO é muito generosa e destacou, durante o fim-de-semana passado, mais este post meu sobre a (já indispensável, para mim) aplicação Pocket. Dois posts seguidos com destaque? Estão a estragar-me com mimos :)

 

Obrigada a toda a equipa!

 

Destaque SAPO Pocket com marcação.jpg

 

Obrigada, Sapo! #3

por anacb, em 04.03.16

E não é que o meu livrinho com quase 150 anos tem honras de destaque no Sapo hoje? Ele merece, sem dúvida, é um resistente  Terá certamente uma grande história por detrás, e só lamento não a conhecer.

 

Muito obrigada à equipa de blogs do Sapo.

Destaque SAPO Uma preciosidade com marcação.jpg

 

Bata & Batom & ... Birthday present!

por anacb, em 13.03.15

A propósito do desafio dedicado a uma das pessoas mais queridas aqui da blogosfera:

 

Parabéns, querida B&B!

 

Obrigada pela tua simpatia, pelo teu bom humor, pelo teu talento, e por alegrares tantas vezes os meus dias.

can't you see.jpg

 

 

(Porque fui desafiada, por alguém alheio à blogosfera, a dedicar algumas palavras à BB, autora do blog Bata & Batom, no dia do seu aniversário. Este é um pequeno mimo com o qual quero presentear e parabenizar esta tão especial cidadã da blogosfera, merecedora dos mesmos amor e alegria que a definem e caracterizam.)

 

Obrigada, SAPO! #2

por anacb, em 05.02.15

Uma vez mais, o pessoal simpático do SAPO Blogs achou por bem destacar um post deste meu blog. Desta vez foi sobre uma mulher de 90 anos que é sem dúvida uma inspiração - para os que a rodeiam, e para quem lê a sua história. Obrigada, SAPO Blogs, este destaque é merecido - não por mim, mas pela pessoa sobre quem é.

Recorte destaque Gene de Traça #2.JPG

 

Prendas boas #3

por anacb, em 04.01.15

Esta época de festas que está agora no fim é para mim sempre uma época de excepção – não especificamente pelo Natal ou pelo fim de ano, mas porque é uma daquelas alturas em que se sai nitidamente da rotina, a bem ou a mal.

Olhando para os meus já muitos Natais passados, existe um óbvio denominador comum a todos: é sempre vivido em família. Fora isso, e por muitas e variadas razões, é sempre diferente. O local vai variando, as pessoas presentes e ausentes também (a família ora encolhe, ora estica), e até o que comemos raramente se repete: há bacalhau, mas nunca o simples cozido com batatas e couves, e todos os anos se experimenta uma receita diferente; e de há muitos anos para cá também há peru, que mesmo assim nunca é feito exactamente da mesma maneira. Para além disso, é a eterna parafernália das fatias douradas, e azevias, e bolo-rei, entre muitas outras sobremesas igualmente calóricas (incluindo uma aletria doce que alguém faz divinalmente, e que eu adoro).

Quando havia uma criança pequena em casa, o Pai Natal chegava à meia-noite, no meio de grande barulheira, e largava uma montanha de presentes por baixo da chaminé (ou à porta de casa, quando a prenda era demasiado grande), mas nunca se mostrava realmente – as crianças são demasiado espertas para não reconhecerem rostos, vozes e corpos que lhes são familiares. Hoje em dia somos mais prosaicos, abrimos os presentes familiares por volta da meia-noite, depois do jantar. Os outros, os que recebo dos não-familiares, abro-os habitualmente no dia de Natal: é uma forma de duplicar os momentos bons.

Sou sempre uma sortuda com as prendas que me oferecem, e este ano não foi excepção. Claro que os livros não podiam faltar, até porque toda a gente conhece esta minha paixão, e por isso a minha prateleira de leituras para o futuro conta com mais dois exemplares, mais propriamente estes:

P1360515.JPG

O livro do Philipp Meyer vai ser uma estreia, nunca li nada dele, mas as críticas são excelentes. Já Paul Theroux é um “velho amigo” de quem li há algum tempo o “Viagem por África” (gostei imenso) e estou presentemente a ler “Comboio-fantasma para o Oriente”. Literatura de viagens do melhor que existe.

Recebi ainda o “Wreck this Journal”, um livro-caderno da artista conceptual Keri Smith, cuja finalidade é ser preenchido/destruído de diversas maneiras sugeridas, como forma de estimular a criatividade. Divertido e original.

Mas ainda melhor do que receber prendas é para mim oferecê-las, e as que ofereço são geralmente compradas ou preparadas com alguma antecedência. Não muita, que procurar a prenda certa para cada pessoa leva o seu tempo, são horas a pesquisar e ver lojas, para depois me decidir às vezes por mais do que uma coisa. E algumas acabam por ser total ou parcialmente feitas por mim.

Como nesta altura há sempre algum almoço, jantar ou festa que tem lugar aqui em casa, divirto-me a criar decorações a condizer com a época, entre as quais é obrigatória a árvore de Natal. Há anos atrás era sempre uma árvore natural, depois passou a ser artificial, e mais recentemente decidi inventar as minhas próprias árvores, e são sempre diferentes. Este ano foi numa parede, como podem ver aqui.

O dia de Natal também nunca se repete, por vezes fico em casa todo o dia, outras vezes há um almoço, ou um jantar, outras vezes ainda saio para passear, ou à noite para dançar. Não sou particularmente apreciadora de canções de Natal, nem dos habituais filmes que passam recorrentemente na televisão, mas gosto do “Love actually” (“O amor acontece”, em português) e da versão do “All I want for Christmas is you” que uma miúda talentosa canta no filme.

E por força das circunstâncias, porque sempre vivi no nosso país, para mim o Natal está associado ao frio; muita pena tenho eu de não nevar aqui na zona de Lisboa, o que seria visualmente muito mais bonito. Mas como na realidade não sou grande apreciadora de temperaturas baixas, hei-de um dia experimentar passar o Natal num país quente. Afinal, o mais importante nesta quadra é mesmo estar com aqueles de quem gostamos, e partilhar a alegria que isso nos traz, seja onde for.

 

(Este post é assim como que uma espécie de resposta à Inês, à Magda e à M*, que me desafiaram aqui, aqui e aqui  a responder a algumas perguntas. Obrigada às três, e desculpem o atraso e a minha rebeldia em relação ao formato pergunta-resposta).